Bullos Outdoor

As melhores placas nos melhores pontos da cidade

outdoor_Simples___costa_junqueira

Em vários países do mundo, o termo outdoor designa todo e qualquer tipo de propaganda exposta ao ar livre. Porém, no Brasil, convencionou-se chamar de outdoor apenas um meio específico com características próprias que o diferenciam das outras mídias exteriores.

Os cartazes são afixados por coladores que têm um técnica toda especial para dispor folhas (normalmente 32 ou 16) na ordem certa e formar a mensagem. Pode reparar que, no máximo a cada 15 dias, são colados novos cartazes, característica que altera sempre a paisagem.

Todo cartaz de outdoor é formado por folhas de papel coladas em estruturas metálicas modulares de 9 metros de comprimento por 3 metros de altura. Esses quadros são instalados a uma altura mínima do chão ou sobre muros, em terrenos alugados, sempre respeitando a distância entre as peças previstas pela lei.

Esse formato de produção e comercialização do outdoor foi padronizado no final da década de 70, graças à fundação da Central de Outdoor.

A central de outdoor é uma entidade sem fins lucrativos que reúne as empresas exibidoras de outdoor. De abrangência nacional, hoje ela conta com 1017 afiliadas. Fundada para organizar o meio, a Central de Outdoor desenvolve serviços, pesquisas e estudos para promover e confirmar a eficiência do mesmo.

Graças ao esforço da entidade, pode-se perceber a união e evolução do meio outdoor através da padronização do tamanho dos quadros e das formas de comercialização. Entretanto, isso não tira a personalidade das exibidoras afiliadas, identificadas por placas na moldura de cada outdoor.

Também engajada no processo executivo do mercado publicitário, a Central de Outdoor teve papel fundamental na criação e desenvolvimento de entidades que regulam e norteiam o setor, como o CENP (Conselho Executivo de Normas Padrão) e o CONAR (Conselho Nacional de Auto-Regulamentação Publicitária), dos quais é sócia-fundadora e integrante dos respectivos conselhos.

O alto poder de comunicação do outdoor permite que a Central de Outdoor participe ativamente de campanhas de cunho social. Essa responsabilidade é encarada como compromisso com a população. Não à toa, já foram veiculadas mais de 2 mil campanhas nacionais de interesse comunitário. Mas a preocupação com o bem-estar do cidadão vai além disso.

Baseada em estudos nacionais e internacionais sobre a localização das peças e proximidade entre quadros, a Central outdoor mantém um programa de implementação planejada de outdoors tanto nas ruas dos grandes centros como em novos mercados em crescimento. Apesar desse esforço, o outdoor ainda é constantemente confundido com todas as outras manifestações de comunicação externa e injustamente responsabilizado pela confusão visual notada nas grandes cidades. Apenas para ilustrar, em São Paulo existem entre 7 e 8 milhões de anúncios nas ruas (indicativos ou publicitários). Deste total, apenas 7 mil são outdoors pertencentes às exibidoras afiliadas à Central Outdoor, todos identificados em termos publicitários e cadastrais.

Todas estas características constituem o grande diferencial das exibidoras afiliadas à Central de Outdoor, qualificando seus quadros como “o verdadeiro outdoor”.

Fonte: http://www.startoutdoor.com.br/secoes/artigo/poluicao.htm